Rua Vereador Luiz Pícolli, 299 - Centro - CEP:85415-000
Acessibilidade

CIDADANIA

Formatura encerra as atividades do Proerd 2014 em Cafel?ndia

Quinta-feira, 04 de dezembro de 2014

Última Modificação: // | Visualizada 701 vezes

O programa envolveu quatro escolas municipais e uma particular, somando 224 alunos


Ouvir matéria

Com a participação de 224 formandos, pais, alunos, professores, autoridades do município e da região, representantes da comunidade cafelandense e convidados, a administração municipal, através da secretaria de Educação e Cultura, juntamente com o comando do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária de Cascavel (BPEC), realizou a solenidade de formatura dos alunos do Proerd (Programa Educacional de Resistencia às Drogas e à Violência).

 

O evento foi realizado no salão paroquial da Igreja Matriz Nossa Senhora Consolata. Além do prefeito Valdir Andrade da Silva “Bugrão” e do vice-prefeito Junior Motter, também estiveram na mesa de honra o comandante do 2° Pelotão/2ª Cia/BPEC, tenente Paulo Roberto da Silva, o promotor da Comarca de Nova Aurora, Rafael Muzy Bitencourt, a 1° sargento Marli Laureano, a secretária de Educação e Cultura, Terezinha Leal, os vereadores Charles Roling e Adilson Garcia “Dil” e a senhora Salete Moreira Pirolli, da região de Central Santa Cruz, que representou os pais de alunos na mesa de honra. Também estavam entre as autoridades as diretoras das escolas participante do Proerd, Dulce Andreta (Theofânio A. Maltezo), Lisméia Passoni (Teotônio Vilela), Enilce Frehner (Manoel da Nobrega), Eliane Schmidt (André Luiz) e Leriane Dalsasso Toro (Colégio Ellos), além dos instrutores do programa, soldado Fernando dos Santos Ramos, cabo Paulo Batista, sargento José Mauricio Cazarotto e sargento Giseli Clecia Grutka.

 

Logo na abertura da solenidade o sargento José Mauricio Cazarotto falou em nome dos demais instrutores, quando leu um texto sobre o Proerd. De acordo com o documento “o programa é eminentemente preventivo, estratégico, tendo como objetivo principal educar as crianças em seu meio natural, a escola, com auxilio de policiais fardados e professores. O programa busca ainda oferecer aos estudantes uma chance de ver os adultos como amigos e pessoas em quem podem confiar, permitindo a eles desenvolver uma atitude positiva em relação às autoridades e respeito às leis.”

 

Já o tenente Paulo Roberto da Silva destacou que “os formando que estão aqui hoje serão no futuro pessoas com uma visão diferenciada em relação à violência, à cidadania e ao uso de drogas, tudo graças a esta parceria do Proerd que envolve a Polícia Militar, a administração municipal, as famílias e as escolas”, apontou.

 

O promotor Rafael Bitencourt enfatizou que “o Proerd é um exemplo de uma interação saudável que envolve o município, a escola, a família, a sociedade e a Polícia Militar, sendo que o ministério público também está sempre ao lado daquilo que favorece um futuro longe das drogas.”

 

A secretária Terezinha Leal agradeceu o esforço de todos pelo trabalho realizado através do Proerd. “A nossa gratidão aos professores, diretores, às famílias e instrutores que estiveram envolvidos neste programa, que irá proporcionar um futuro de qualidade aos nossos alunos. O empenho de todos foi muito importante para alcançarmos este sucesso”, comentou.

 

Durante o seu pronunciamento, o prefeito Valdir Andrade da Silva “Bugrão”, além de agradecer o empenho dos instrutores ao longo do ano, também discorreu sobre a parceria com a Polícia Militar. “Investir em ações preventivas, como é o caso do Proerd, é garantir um futuro sólido, longe das drogas. Este mal não destrói a vida somente do usuário, mas também causa danos irreparáveis a toda sua família e na sociedade em que vivemos. Defino o Proerd como uma ação séria e o trabalho realizado com os nossos alunos é uma das armas mais poderosas e eficientes no combate às drogas. É por isso que não medimos esforços para firmar esta parceria com a Polícia Militar”, concluiu Bugrão.

 

Além da parceria com o BPEC, a administração municipal de Cafelândia contou também com o apoio do Sicredi na confecção das camisetes que foram utilizadas pelos formandos.

 

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAĒĆO

 Veja Também