Rua Vereador Luiz Pícolli, 299 - Centro - CEP:85415-000
Acessibilidade

TRANSPARÊNCIA

Saúde e Finanças prestam contas em audiência pública

Segunda-feira, 30 de maio de 2016

Última Modificação: 06/06/2016 17:11:27 | Visualizada 704 vezes

Somente em saúde foram investidos até o momento mais de R$ 3,5 milhões


Ouvir matéria

As Secretarias Municipais de Saúde e Finanças realizaram na última quarta-feira (25), a prestação de contas referente ao 1º quadrimestre de 2016.  A audiência pública realizada na Câmara Municipal de Vereadores reuniu diversas autoridades, entre elas o prefeito Valdir Andrade da Silva “Bugrão”, o secretário de Finanças, Dionísio Czerniej, a secretária de Saúde, Eliane Cristina da Silva Pinho, secretários e servidores públicos de outras pastas, vereadores que compõem as comissões de Finanças e Orçamento e também Saúde e Assistência Social, e a comunidade em geral.

 

Na oportunidade a secretária de Saúde apresentou os demonstrativos dos trabalhos realizados pela secretaria durante o período para aprovação das comissões. O mesmo aconteceu com os números referentes à Secretaria de Finanças demostrando a transparência da administração pública municipal.

 

Os números apresentados mostram que Cafelândia está com as contas equilibradas garantindo a qualidade dos serviços prestados à comunidade. No setor de saúde, foram investidos 23.53% dos recursos públicos, 8,53% acima do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, que exige que os municípios invistam mínimo de 15% no setor.

 

O Prefeito Valdir Andrade da Silva (Bugrão), avaliou como positiva a prestação de contas. O prefeito lembrou que até o momento o município já investiu mais de R$ 3,5 milhões em saúde, mostrando o comprometimento com a população. “Todo esse investimento e o comprometimento de nossos profissionais mostram que a saúde está muito bem e queremos melhorar ainda mais. Prova disso é que já licitamos e na próxima semana teremos a empresa que dará continuidade à obra do Hospital Municipal”.

 

Bugrão ressaltou ainda que conforme os números apresentados na audiência pública, a previsão de receita para 2016 ficará em torno de R$ 50 milhões. No entanto diante do cenário nacional, o FPM que compõe grande parte da receita do município deverá reduzir ainda mais esta previsão. “Somente na educação deveremos investir 28% dos recursos públicos, acima dos 25% que determina a legislação, mas isso com certeza não será um gasto e sim investimento que vem trazendo resultados positivos”.

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING PREFEITURA DE CAFELÂNDIA

 Galeria de Fotos

 Veja Também