Rua Vereador Luiz Pícolli, 299 - Centro - CEP:85415-000
Acessibilidade

Secretaria de Saúde de Cafelândia alerta a população sobre a dengue

Quinta-feira, 21 de março de 2019

Visualizada 452 vezes


A Secretaria de Saúde de Cafelândia comunica a população sobre os casos confirmados de dengue do município. Do mês de agosto de 2018 até 18 de março de 2019, nove casos positivos foram registrados.

 

A Enfermeira de Epidemiologia, Nelsi Ap dos Santos Nunes, explica sobre o período da dengue. “Este período é propício para as doenças como dengue, zika e chikungunya, devido ao clima, temos um ambiente favorável para a proliferação do mosquito e isso a população precisa entender, precisamos fazer o nosso dever de cidadãos, limpar os quintais, lotes e residência para eliminar os criadouros, caso contrário, teremos uma epidemia no município”, fala Nelsi.

 

O Coordenador de Endemias, Anderson Almeida, alerta sobre óbitos que já aconteceram no estado. “Recebi um boletim estadual em que no município de Londrina foi confirmado dois casos de óbitos por conta da dengue. Isso não é brincadeira, a dengue mata, então precisamos nos unir, a saúde está fazendo o seu trabalho, mas não temos acesso a todas as residências e locais, precisamos da ajuda da população para eliminar os criadouros”, comenta Anderson.

 

FUMACÊ

 

A melhor forma de eliminar o mosquito da dengue não é com o veneno, pois, os criadouros é que dão origem aos mosquitos, portanto, a Secretaria de Saúde informa que não está passando o fumacê por conta das condições climáticas, o tempo chuvoso não deixa o veneno agir, por isso, a importância da limpeza nos quintais.

 

ALERTA

 

“Temos que ter consciência, porquê todo ano acontece a mesma coisa, começa a aumentar os casos de dengue e a população começa a cobrar da saúde, a responsabilidade também é de cada morador dessa cidade. A dengue acontece por conta de cada morador que deixa de cumprir com seu dever de cidadão. Deixo esse esclarecimento para as pessoas que cobram o fumacê, pois nós trabalhamos fazendo a orientação para a população, nós não fazemos limpeza nos lotes, é dever do proprietário colaborar com a cidade”, esclarece Nelsi.

 

SINTOMAS

 

Os médicos e enfermeiras do município diante dos casos de suspeita de dengue notificam os pacientes e encaminham para o setor de epidemiologia para atendimento e coleta de sangue, posteriormente os agentes de endemias entram em contato com o paciente e vá até o endereço para fazer vistorias nas residências e proximidades. Os principais sintomas são:

 

Febre alta com início súbito (entre 39º a 40º C)

Forte dor de cabeça.

Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos.

Manchas espalhadas pelo corpo.

Cansaço.

Moleza e dor no corpo.

Muitas dores nos ossos e articulações.

Náuseas e vômitos.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias