Rua Vereador Luiz Pícolli, 299 - Centro - CEP:85415-000
Acessibilidade

APRENDIZAGEM

Atividades do projeto Plantando Sabores s?o retomadas

Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Última Modificação: // | Visualizada 248 vezes

A iniciativa tem o apoio da prefeitura e é realizado pelas escolas de Central Santa Cruz


Ouvir matéria

Teve início as atividades do projeto Plantando Sabores que é executado no município de Cafelândia através das escolas Benjamim Antônio Motter e Manoel da Nobrega, ambas da localidade de Central Santa Cruz. O projeto que envolve todas as disciplinas do Ensino Fundamental e Médio conta com o apoio da administração municipal, por meio da secretaria de Educação e Cultura e também da secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

 

Nesta quinta-feira, dia 20, foi dada a largada oficial do cronograma para este ano durante cerimônia que foi realizada na Horta Comunitária, que é onde acontece a parte prática do projeto. Além das diretoras, professores e alunos das duas escolas envolvidas, também esteve presente a secretária de Educação, Terezinha de Carvalho Leal Barbosa, e o engenheiro agrônomo da prefeitura Rogério Schmidt, que na oportunidade representou Fábio Luis de Oliveira. Participaram ainda os servidores que atuam na Horta Comunitária e que auxiliam os alunos durante as atividades.

 

O Projeto existe desde 2010 e a cada ano está sendo reelaborado e adaptado de acordo com a realidade escolar. E para este ano o projeto, que funciona como atividade extracurricular em contra turno dos alunos do 6° e 7° ano do Ensino Fundamental, será utilizado também para o Programa Agenda 21. Ao todo 15 alunos do período vespertino matriculados no projeto, nas segunda-feiras, comparecem à escola em contra turno e ficam durante todo o dia. Ali eles recebem café da manhã, lanche e almoço. Também tem espaço para o banho e a tarde estudam normalmente, permanecendo na escola em tempo integral, nesse dia.

 

Também para este ano, o mesmo projeto será inserido dentro da escola, numa horta interna, onde cada turma terá um canteiro com um determinado legume ou verdura plantado, onde cuidarão desde a adubação até a colheita, sempre coordenados por um professor.

 

O engenheiro agrônomo Rogério Schimdt destacou que “a equipe da secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do município estará sempre à disposição dos alunos e professores para auxiliar o projeto.”

 

Já a secretária Terezinha Leal aproveitou para incentivar os alunos a levarem as atividades para a sala de aula. Segundo ela “é importante que os trabalhos não se restrinjam apenas no plantio e colheita, mais sim no cuidado com o seu desenvolvimento”, pontuou.

 

As diretoras Enilce Frehner (Manoel da Nobrega) e Cleniane Buzeti (Benjamim A. Motter) aproveitaram para agradecer o apoio recebido pela atual administração em relação ao projeto desenvolvidos pelas escolas.

 

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

 Galeria de Fotos

 Veja Também