Rua Vereador Luiz Pícolli, 299 - Centro - CEP:85415-000
Acessibilidade

MEIO AMBIENTE

A administração municipal de Cafel&a

Segunda-feira, 25 de maio de 2015

Última Modificação: // | Visualizada 559 vezes

Agora o lixo orgnico e o rejeito so acondicionados em contineres e levados para um aterro sanitrio


Ouvir matéria

A administração municipal de Cafelândia colocou em funcionamento no final do mês de abril a Unidade de Transbordo de Resíduos Sólidos Urbanos, que a partir de agora passa a substituir o antigo Aterro Controlado, norma exigida pela Lei Federal n° 12.305/2010 da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

 

Por não possuir área adequada para a disposição final dos resíduos sólidos, ou seja, um aterro sanitário conforme exige a legislação ambiental, o município executou obras de reforma e ampliação de um barracão já existente no terreno do antigo lixão e optou em terceirizar uma empresa que faz a destinação final dos resíduos em um aterro sanitário particular, fora do município, e que atua dentro das normas ambientais. Com a ampliação das estruturas do município, a construção agora tem mais de 235 m² e o investimento foi de R$ 99.794,78 de recursos próprios do município.

 

Além do barracão coberto a Unidade de Transbordo de Cafelândia conta com área para dispor dois contêineres com capacidade de aproximadamente dez toneladas cada, sendo que o município produz em torno de oito toneladas diariamente.

 

Desde que o transbordo entrou em funcionamento o caminhão coletor recolhe os resíduos orgânicos e rejeitos produzidos diariamente pela população e os descarrega nos contêineres. Quando estes estão cheios são levados para a destinação final e substituídos por outros vazios. Isso ocorre três vezes por semana. Nessa operação o município desembolsa a quantia de R$ 195,00 por tonelada de lixo que é retirada da unidade, com uma estimativa de R$ 40 mil a 50 mil por mês, incluindo o transporte e a destinação final no aterro sanitário.

 

A engenheira ambiental da secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Juliana Elisabete Correia, explica que “a unidade segue todas as orientações da legislação, mas que a separação do lixo é fundamental nesse processo. Hoje em torno de 20 famílias obtêm renda trabalhando nas associações de matérias recicláveis e a separação feita nas residências evita que o município tenha mais despesas com a destinação final desses materiais. Por isso, é importante separar o lixo corretamente em casa”, recomenda.

 

Já o secretário Fábio Luis de Oliveira destaca que a recolha dos recicláveis é feita de acordo com um cronograma, divida por dia e bairro. “Com a implantação desse cronograma a recolha de recicláveis em Cafelândia melhorou significativamente. Hoje em torno de 50 toneladas por mês são retiradas das ruas pelas nossas equipes e isso contribuiu também com a limpeza da cidade”, afirma.

 

“Estamos nos adequando à legislação. A questão ambiental é uma preocupação tanto do poder público quanto da população e por isso estamos dando condições para que os munícipes também possam fazer a sua parte. Precisamos nos prevenir para termos um futuro mais sustentável”, acrescenta o prefeito Valdir Andrade da Silva. O cronograma sobre a recolha de recicláveis e outras informações sobre o assunto podem ser obtidas na secretaria de Agricultura e Meio Ambiente ou pelo telefone (45) 3241-4300.

 

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAO

 Galeria de Fotos

 Veja Também