Rua Vereador Luiz Pícolli, 299 - Centro - CEP:85415-000
Acessibilidade

MANUTENÇÃO

A prefeitura de Cafelândia iniciou nesta sem

Quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Última Modificação: 23/10/2015 11:42:43 | Visualizada 811 vezes

O trabalho teve início nesta terça-feira, 13, pelo bairro Floresta


Ouvir matéria

A prefeitura de Cafelândia iniciou nesta semana o trabalho de limpeza de “bocas de lobo” e desobstrução de galerias de água pluvial. O objetivo é dar vazão para enxurrada dos dias de chuva, evitando possíveis alagamentos, principalmente em residências, causando transtornos aos moradores. O trabalho está sendo executado por uma empresa especializada contratada pelo município por meio de processo licitatório.

 

Nesta terça-feira, dia 13, a limpeza começou no bairro Floresta. O início dos trabalhos foi acompanhado pelo prefeito, Valdir Andrade da Silva “Bugrão”, secretário de Viação e Obras Públicas, Arnaldo Pasquali, e o presidente do bairro, Emerson Buscarioli “Boiadeiro”, que destacou que esta é uma reivindicação antiga dos moradores do Floresta. “As bocas de lobo e as galerias foram construídas há 12 anos atrás e de lá pra cá nunca receberam manutenção, mesmo sendo reivindicado pelos moradores. Há muito tempo que a população vinha sofrendo com este problema, que agora felizmente será solucionado”, disse Boiadeiro.

 

O prefeito Bugrão pôde acompanhar de perto quanta sujeira está sendo retirada das bocas de lobo e galerias. Além do barro que se acumulou com o passar do tempo, também são encontrados materiais recicláveis, garrafas, pedaços de madeira, ferro, resto de construção, entre outros. “As bocas de lobo e galerias obstruídas trazem consequências para o município e também para os moradores, uma vez que a força da água nos dias de chuva prejudica o asfalto e meio fio, além de invadir terremos e até mesmo moradias e ainda traz problemas ambientais. Assim pedimos a compreensão da população para que descarte o lixo corretamente”, orientou o prefeito.

 

Um levantamento da secretária de Viação e Obras aponta que somente no bairro Floresta são 49 bocas de lobo obstruídas e que, somando outros pontos da cidade, o número deve chegar a 150. “As galerias foram construídas com recursos públicos e de nada adianta se as bocas de lobo estiveram obstruídas. Com esse trabalho daremos vazão à enxurrada, evitando que a água entre nos lotes causando problemas aos moradores”, afirmou o secretário Arnaldo Pasquali. No bairro Floresta o trabalho deverá se estender por toda essa semana e na sequência outros pontos da cidade também receberão o benefício.

 

 

Fonte: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

 Veja Também